Dr. Lísias Nogueira Castilho -Urologista
Fone: 19-32130301 / 19-32413155
Rua Dr. Albano de Almeida Lima, 489

Jardim Guanabara
Campinas, SP CEP 13073-131


Dra. Silvia Diez Castilho - Pediatra
Fone: 19-25136091
Rua Dr. Emilio Ribas, 805 - CJ 42
Cambuí
Campinas, SP
CEP 13025-142
Café Faz Mal? PDF Imprimir E-mail
Escrito por Dr. Lisias Castilho   

O cafezinho que você toma e que é tão popular no Brasil tem uma história e uma importância médica que você precisa conhecer.
O café foi descoberto provavelmente na África e depois levado para o mundo árabe. Chegou à Europa mais ou menos no século XVI e veio para o Brasil no começo do século XVIII. A cultura do café foi importantíssima no Brasil, sendo a principal fonte de riquezas até há pouco tempo. Ainda hoje, apesar da grande concorrência internacional, especialmente com a Colômbia e alguns países africanos, o Brasil figura na lista dos maiores produtores e exportadores mundiais de café. O Brasil ainda é conhecido lá fora como o país do futebol, do Carnaval, do Pelé e do cafezinho.
A bebida que se faz a partir dos grãos do café é estimulante do sistema nervoso por causa de sua alta concentração de cafeína. Especialmente para quem não está habituado a tomar café, a cafeína tira o sono, acelera o coração e o raciocínio, e aumenta a capacidade de trabalho. Muitas experiências científicas já provaram as propriedades altamente estimulantes da cafeína, que não está só no café, mas também no chá e nos refrigerantes à base de cola, como a Coca-Cola e a Pepsi-Cola. Alguns remédios têm cafeína em suas fórmulas, principalmente analgésicos e descongestionantes.
Apesar de ser uma bebida gostosa e agradável para a maioria das pessoas, nem todos devem tomar café. As crianças não devem tomar café, chá ou Coca-Cola habitualmente. As crianças não precisam de estimulantes porque já são naturalmente uns furacões. Também os adultos que sofrem de úlcera no estômago ou que sofrem de certas doenças do coração, não devem beber café. Tomar de vez em quando ainda vá lá, mas todos os dias e várias vezes, não.
Beber café em excesso não causa dependência química, isto é, não vicia, mas cria o hábito, que é difícil de deixar para algumas pessoas.
O Momento Saúde ensina: Cafeína é estimulante e está no café, no chá e em alguns refrigerantes. Também está presente em alguns medicamentos. O excesso de cafeína pode fazer mal à saúde.