Back

Como descobrir se seu medicamento importado é falso ?

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de medicamentos falsificados aumentou nos últimos anos, tanto no Brasil quanto no mundo todo. Trata-se de um grande perigo, ainda mais pelo fato de que as pessoas que os adquirem geralmente acreditam estar adquirindo produtos verdadeiros.

Por isso, é muito importante ficar de olho na hora de fazer uma compra de medicamentos. Os riscos aos quais você se expõe são sérios e, por isso, o Momento Saúde trás informações para você saber identificar se medicamento é verdadeiro ou não.

Medicamentos falsificados

Primeiro você precisa entender em que ocasiões um medicamento pode ser considerado como falsificado. Os medicamentos que não são verdadeiros podem ser falsificados de diversas formas. De maneira geral, são os produtos que não provêm de um fabricante original, ou que sofreram mudanças ilegais antes de chegarem ao paciente.

Dentre os falsificados, estão aqueles que contêm o ingrediente ativo correto, mas em uma dose mais alta ou mais baixa. Há também os que não possuem algum ingrediente ativo, ou contêm um outro, não declarado. Podem ser também remédios cuja data de validade foi alterada, ou que são vendidos com embalagens, ou panfletos de informações falsos. Por fim, podem ser produtos de cargas roubadas e vendidos sem nota fiscal.

Dessa forma, um medicamento que era para curar uma determinada doença pode causar reações inesperadas. Ou mesmo, não ter reação nenhuma e nem auxiliar na cura da doença, pois ele pode ter sido feito apenas de farinha, por exemplo.

Sendo assim, ao ingerir remédios falsificados estamos colocando em risco nossa própria saúde. Porém, como saber se o que estamos comprando é falso?

Como saber se seu medicamento importado é falso ?

Medicamento importadoSe você quiser se prevenir e sempre comprar medicamentos verdadeiros, o mais importante é verificar a embalagem no momento da compra. Remédios verdadeiros seguem um padrão, que precisa ser obedecido e servirá para a sua segurança.

O produto deve apresentar o número do lote, e o número impresso na parte de fora da caixa deve ser idêntico ao que está no frasco ou na cartela interna. Além disso, sempre verifique a data de validade do item. É fundamental, também, que o medicamento possua número de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Por fim, o remédio que você está adquirindo precisa ter número de telefone para sanar dúvidas com o fabricante, além de um lacre de segurança.

Como identificar se um remédio é falso ou não?
  1. Verifique a tarja e o lacre do remédio. Todo medicamento verdadeiro tem uma tarja na lateral que ao ser raspada com um metal reage e revela a logo do laboratório produtor e a palavra .
  2. Confira as informações da embalagem.
  3. Desconfie de preços muito baixos.
  4. Peça a licença da origem do Medicamento (licença do distribuidor)

Efeitos indesejados

Os efeitos que os medicamentos falsificados podem ter sobre seu organismo são variados e nunca positivos. Se ele tiver sido diluído, a doença que deveria ser tratada permanece ou pode até piorar, enquanto você acredita que está tratando-a corretamente. Se a fórmula do remédio tiver sido alterada, você corre risco de ser intoxicado. Caso os medicamentos sejam verdadeiros, mas tenham sido roubados e contrabandeados, nada garante que as condições de higiene e conservação tenham sido respeitadas, o que pode vir a causar riscos para a sua saúde.

Prestar atenção a esses fatores é muito importante para se prevenir. Afinal, estamos falando da sua saúde, e o melhor é nunca arriscar, não é mesmo? Portanto, somente adquira remédios em farmácias e drogarias reconhecidas e regularizadas pela Vigilância Sanitária e não se esqueça de exigir nota fiscal: os riscos serão bem menores!

Conforme o site da Anvisa alerta pacientes e profissionais de saúde que o lote 1003254 do medicamento Soliris é falsificado e, portanto, não deve ser utilizado.

Atenção, pacientes e profissionais de saúde! Foi identificada a circulação no país de um lote falsificado do medicamento Soliris (eculizumabe), indicado para o tratamento de adultos e crianças com hemoglobinúria paroxística noturna (HPN) e síndrome hemolítico-urêmica atípica (SHUa), doenças raras que afetam o sistema sanguíneo e os rins.

A detentora do registro no país do medicamento de alto custo, a Alexion Pharma Brasil, informou que o lote 1003254 não foi fabricado pelo grupo Alexion e que, portanto, trata-se de uma falsificação.

Uma fiscalização sanitária realizada na sede da empresa Medic Pharma (Marazis Assessoria em Importação, Exportação e Serviços de Intermediação Ltda. – CNPJ 23.624.268/0001-08), em São Paulo (SP), descobriu registros de importação do respectivo lote em nome de pacientes. A ação foi realizada pela Anvisa, em conjunto com a Coordenação de Vigilância Sanitária da cidade de São Paulo (Covisa) e a Polícia Civil do Estado de São Paulo. Investigações estão sendo conduzidas junto a estabelecimentos para os quais o medicamento falsificado possa ter sido distribuído.

Denuncie

Caso você se depare com o lote 1003254 do Soliris, não utilize o medicamento e comunique o fato à Anvisa, por meio do Anvis@atende. Em caso de dúvidas sobre a originalidade do produto, entre em contato com a empresa Alexion Pharma Brasil, por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente (+55 11 0800 7725007).

Fonte: Site Anvisa  http://portal.anvisa.gov.br/resultado-de-busca?p_p_id=101&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_101_struts_action=%2Fasset_publisher%2Fview_content&_101_assetEntryId=5909276&_101_type=content&_101_groupId=219201&_101_urlTitle=descoberto-lote-falsificado-do-medicamento-soliris&redirect=http%3A%2F%2Fportal.anvisa.gov.br%2Fresultado-de-busca%3Fp_p_id%3D3%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-1%26p_p_col_count%3D1%26_3_groupId%3D0%26_3_keywords%3Dsoliris%26_3_cur%3D1%26_3_struts_action%3D%252Fsearch%252Fsearch%26_3_format%3D%26_3_formDate%3D1441824476958&inheritRedirect=true

Credito da Matéria: Se você precisa de maiores informações sobre medicamento importado acesse

https://www.globalpharmaservices.com/

Reviews
5
Speed
Quality
Price
Friendly
Summary

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de medicamentos falsificados aumentou nos últimos anos, tanto no Brasil quanto no mundo todo. Trata-se de um grande perigo, ainda mais pelo fato de que as pessoas que os adquirem geralmente acreditam estar adquirindo produtos verdadeiros.