Back

Infecção por citomegalovírus (CMV)

A infecção por citomegalovírus é uma infecção comum por herpes vírus com uma ampla gama de sintomas: desde nenhum sintoma a febre e cansaço (que lembra a mononucleose infecciosa) até sintomas graves envolvendo os olhos, cérebro ou outros órgãos internos.

Esse vírus é transmitido pelo contato sexual e não sexual com secreções do corpo.

A maioria das pessoas não tem sintomas, mas algumas se sentem doentes e apresentam febre, e pessoas com um sistema imunológico enfraquecido podem ter sintomas sérios, inclusive cegueira.

O citomegalovírus pode causar doença séria em bebês que forem infectados antes do nascimento.

Os médicos podem detectar a infecção pela cultura de uma amostra de líquido corporal infectado, como a urina.

Em geral, não é necessário tratamento, mas se a infecção for grave, podem ser usados medicamentos antivirais.

A infecção provocada pelo citomegalovírus (CMV) é muito comum. O CMV é um tipo de herpesvírus (herpesvírus tipo 5). Exames de sangue mostram que entre 60% e 90% dos adultos sofreram uma infecção por CMV em algum momento da sua vida.

O CMV pode causar sintomas logo após a infecção. Além disso, ele permanece em estado dormente (latente) em vários tecidos durante toda a vida. São vários os estímulos que a podem reativar o CMV dormente, resultando na doença. Os pulmões, o trato gastrointestinal, o cérebro, a medula espinhal ou os olhos podem ser infectados.

O CMV geralmente não causa sintomas. Infecções sérias geralmente surgem apenas em bebês infectados antes do nascimento e em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido, por exemplo, pessoas com AIDS ou aquelas que receberam um transplante de órgão. Em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido, a doença muitas vezes resulta da reativação do vírus dormente.

Transmissão do CMV

As pessoas infectadas podem eliminar o citomegalovírus na urina ou na saliva durante meses. O vírus é também expelido no muco do colo uterino (a parte inferior do útero), no sêmen, nas fezes e no leite materno. Assim, o vírus é transmitido pelo contato sexual e não sexual.

Se uma mulher grávida for infectada, o feto pode adquirir a infecção durante a gravidez, ou o bebê pode adquirir a infecção durante o parto.

A infecção por CMV pode afetar pessoas que recebem transfusões de sangue infectado ou um transplante de órgão infectado. Pessoas que receberam um transplante de órgão são particularmente propensas à infecção pelo CMV porque elas recebem medicamentos que suprimem o sistema imunológico (imunossupressores) para prevenir a rejeição do transplante.

Sintomas

A maioria das pessoas infectadas por citomegalovírus não apresenta sintomas.

Algumas pessoas infectadas têm uma sensação de mal-estar e febre.

A infecção pelo CMV, da mesma forma que a infecção pelo vírus Epstein-Barr (VEB, um herpes vírus tipo 4), pode causar um tipo de mononucleose infecciosa em adolescentes e adultos jovens. Tanto a mononucleose pelo CMV como pelo VEB causam febre e fadiga. Mas o VEB também causa um forte dor de garganta. O CMV não.

Uma pessoa não infectada que recebe uma transfusão de sangue que contenha CMV e se torna infectada pode apresentar febre e, por vezes, inflamação do fígado entre duas e quatro semanas mais tarde.

Em pessoas com o sistema imunológico debilitado, o CMV pode causar doença séria ou morte.

Nos pacientes com AIDS, a infecção por CMV constitui uma complicação viral comum. O vírus pode infectar a retina do olho. Essa infecção (retinite por CMV) pode causar cegueira. Infecção do cérebro (encefalite), pneumonia ou aparecimento de ulcerações no intestino ou esôfago também podem se desenvolver.

Se uma gestante transmitir o CMV para o feto, isso pode resultar em:

  • Aborto espontâneo
  • Natimorto
  • Morte do recém-nascido

Em recém-nascidos, a infecção por CMV pode causar hemorragia, anemia ou danos extensos no fígado ou no cérebro. Os recém-nascidos que sobrevivem podem sofrer perda da audição e incapacidade intelectual.

Diagnóstico

Em recém-nascidos, cultura de urina

Exames de sangue

Em pessoas que possuem um sistema imunológico debilitado, muitas vezes biópsia

A infecção por citomegalovírus pode não ser reconhecida imediatamente. O diagnóstico de infecção por CMV é muitas vezes desnecessário em adultos e crianças saudáveis porque o tratamento é desnecessário. No entanto, os médicos consideram a possibilidade de infecção por CMV em:

Pessoas normalmente saudáveis que apresentam febre e fadiga

Pessoas que têm o sistema imunológico debilitado e apresentam uma infecção ocular, cerebral ou gastrointestinal

Recém-nascidos que parecem doentes

Quando se suspeita de uma infecção por CMV, o médico conduz exames para detectar o vírus nos líquidos do corpo ou nos tecidos.

Em recém-nascidos, o diagnóstico é geralmente feito enviando uma amostra de urina para um laboratório para cultivo e identificação do vírus.

Exames de sangue que detectam anticorpos ao CMV podem confirmar uma infecção nova. (Os anticorpos são produzidos pelo sistema imunológico para ajudar a defender o corpo contra um agressor específico, incluindo o CMV). Porém, esses exames não podem confirmar a doença causada por reativação do vírus, como ocorre muitas vezes em pessoas com o sistema imunológico debilitado. Nessas pessoas, muitas vezes é necessária uma biópsia dos tecidos afetados para confirmar a doença por CMV.

ANÁLISE LABORATORIAL
Também podem ser feitos exames de sangue para estimar quantos vírus estão presentes.

A retinite por CMV pode ser identificada por um oftalmologista que examina as estruturas internas do olho para verificar as anormalidades características usando um oftalmoscópio.

Tratamento

Para retinite por CMV, medicamentos antivirais

Para pessoas com HIV/AIDS, medicamentos usados para tratar infecções por HIV

A infecção leve por citomegalovírus não costuma ser tratada. Ela abranda por si mesma.

Quando a infecção ameaça a vida do paciente ou a sua visão, podem ser administrados os medicamentos antivirais (valganciclovirganciclovircidofovir, foscarnete ou uma combinação). Esses medicamentos podem ser administrados por via oral ou pela veia. Se a retinite por CMV for muito grave, os medicamentos também poderão ser injetados diretamente no olho. Esses medicamentos têm efeitos colaterais sérios ( Alguns medicamentos antivirais para infecções por herpesvírus) e podem não curar a infecção. Porém, o tratamento atrasa a progressão da doença e pode preservar a visão.

Os medicamentos antivirais são usados para tratar outros sintomas graves decorrentes do CMV, mas são menos confiavelmente eficazes quando usados para tratar retinite.

Se a infecção por CMV ocorrer em pessoas cujo sistema imunológico esteja temporariamente enfraquecido ou suprimido (por doença ou medicamento), a infecção geralmente diminuirá quando o sistema imunológico se recuperar ou o medicamento for interrompido.

Tratar pessoas que têm HIV/AIDS com medicamentos usados para controlar o HIV (medicamentos antirretrovirais) ajuda a proteger contra infecção por CMV.

As pessoas que foram submetidas a um transplante de órgão muitas vezes recebem medicamentos antivirais (tais como ganciclovirvalganciclovir ou foscarnete) para prevenir a infecção por CMV.

Fonte:Por Kenneth M. Kaye, MD, Brigham and Women’s Hospital, Harvard Medical School traduzido por Momento Saúde

Reviews
5
Speed
Quality
Price
Friendly
Summary

A infecção por citomegalovírus é uma infecção comum por herpes vírus com uma ampla gama de sintomas: desde nenhum sintoma a febre e cansaço (que lembra a mononucleose infecciosa) até sintomas graves envolvendo os olhos, cérebro ou outros órgãos internos.