Back

Herpes zoster oftálmico

Herpes zoster oftálmico

O herpes zóster oftálmico é a infecção do olho provocada pelo vírus varicela zóster, o vírus que causa catapora e herpes zóster.

Os sintomas incluem formigamento da testa, bolhas na testa e nariz, dor e vermelhidão ocular, sensibilidade à luz e inchaço da pálpebra.

 

Os médicos diagnosticam herpes zoster oftálmico com base em evidências de uma erupção de herpes zoster e o envolvimento do olho.

 

A vacina contra herpes zoster pode ajudar a prevenir a reativação do vírus da varicela zoster.

 

Pessoas com herpes zoster oftálmico são tratadas com medicamentos antivirais.

Varicela zóster é o vírus que causa a catapora. Depois que a pessoa está infectada, o vírus permanece em estágio latente (inativo) nas raízes nervosas. Em algumas pessoas, o vírus é reativado e pode se espalhar para a pele, causando herpes zoster, também chamada de cobreiro.

Se o vírus afeta a testa ou nariz, o olho também pode ser infectado em cerca da metade das pessoas do mesmo lado da pele afetada.

Herpes zóster (distribuição V1 do nervo trigêmeo)
Herpes zóster (distribuição V1 do nervo trigêmeo)
© SPRINGER SCIENCE+BUSINESS MEDIA

Sintomas

Formigamento da testa pode ocorrer antes de quaisquer outros sintomas (chamado pródromo).

A pele da testa e a ponta do nariz ficam cobertas com pequenas bolhas vermelhas, extremamente doloridas.

A infecção do olho provoca dor, vermelhidão, sensibilidade à luz e edema palpebral. A córnea (camada transparente na frente da íris e da pupila) pode ficar infectada e inflamada. Meses e anos depois, a córnea pode inchar, ficar gravemente danificada e desenvolver cicatrizes. As estruturas localizadas por trás da córnea podem inflamar (uveíte), a pressão intraocular pode aumentar (glaucoma) e a córnea pode ficar dormente, o que a torna vulnerável a lesões.

An Inside Look at the Eye

Diagnóstico

Avaliação de um médico

O aspecto de herpes zóster ativo, um histórico característico de erupções ou cicatrizes resultantes de erupções por herpes zóster anteriores ajudam o médico a estabelecer o diagnóstico.

Prevenção

Recomenda-se uma nova vacina contra herpes zoster para pessoas saudáveis, ​​a partir 50 anos de idade, independentemente de terem tido catapora ou herpes zoster ou de terem recebido a vacina antiga contra herpes zoster. A nova vacina é eficaz em mais de 90% das pessoas, ao passo que a vacina mais antiga era eficaz em 50% das pessoas.

Tratamento

  • Medicamentos antivirais tomados por via oral
  • Colírios de corticosteroides
  • Colírios para manter a pupila dilatada

Do mesmo modo que com o herpes zoster no corpo, o tratamento precoce com medicamento antiviral como aciclovir, valaciclovir ou famciclovir (que são tomados via oral) podem reduzir a duração da erupção cutânea dolorida. Quando o herpes zoster infecta a face e ameaça o olho, o tratamento com medicamento antiviral reduz o risco de complicações oculares.

Os corticosteróides, geralmente em forma de colírio, também podem ser necessários se o olho estiver inflamado.

Colírios, como ciclopentolato ou atropina, são usados para manter a pupila dilatada, ajudar a prevenir uma forma grave de glaucoma e para reduzir a dor.

Fonte: Por Melvin I. Roat, MD, FACS, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University traduzido por Momento Saúde