Back

Como usar a teleconsulta para as consultas de retorno em sua clínica médica?

Como usar a teleconsulta para as consultas de retorno em sua clínica médica?

A teleconsulta se tornou possível depois que a telemedicina foi regulamentada no Brasil. Ela traz uma série de vantagens, tanto para os pacientes quanto para os profissionais da saúde e equipes de atendimento, como secretárias e recepcionistas. Além de conseguir triplicar os atendimentos sem precisar ter espaço fisico.

Essa tecnologia criou a possibilidade para médicos atenderem seus pacientes de maneira segura mesmo durante a pandemia. Mas não é apenas diante deste tipo de cenário que a telemedicina pode ser benéfica.

Então, primeiramente, vamos entender o que diz o Ministério da Saúde sobre o assunto: 

A Portaria nº 247/2020 do Ministério da Saúde, que regulamentou a telemedicina no Brasil, leva em conta a “Declaração de Tel Aviv sobre responsabilidades e normas éticas na utilização da Telemedicina”.

A declaração, adotada pela 51ª Assembleia Geral da Associação Médica Mundial, em Tel Aviv, Israel, em outubro de 1999, destaca que o ideal é que o paciente atendido em uma teleconsulta já tenha passado por uma primeira consulta presencial com o médico em questão.

Tendo em vista esse fato, a telemedicina se torna o meio perfeito para realizar consultas de retorno! Continue sua leitura e descubra todas as vantagens que isso traz para sua clínica ou consultório médico.

Principais benefícios da teleconsulta para reconsulta

Como usar teleconsulta para consultas de retorno?

As consultas de retorno costumam ser mais rápidas, pois muitas delas são apenas para confirmar uma hipótese diagnóstica, ou acompanhar o desenvolvimento do tratamento do paciente.

A verdade é que os retornos são ideais para o atendimento a distância, que é recomendado justamente para consultas que não exigem exame físico.

Veja a seguir quais são os 4 principais benefícios de realizar uma consulta de retorno pela teleconsulta.

1. Atendimento mais ágil para os pacientes

A teleconsulta permite que o médico realize um atendimento muito mais ágil, que pode ser feito de qualquer lugar e a qualquer hora, o que traz vantagens para o paciente e para o próprio médico.

O paciente ganha tempo, já que não precisa se deslocar até sua clínica para realizar a reconsulta, e o próprio médico percebe essas vantagens, pois pode permanecer em casa para realizar estas consultas de retorno.

E mais, é possível marcar um retorno com seus pacientes assim que os resultados dos exames estiverem prontos. Não existe mais a necessidade de esperar semanas para encontrar um tempo na sua agenda para atender seu paciente analisando seus exames.

2. Mais acessibilidade para os pacientes

Como usar teleconsulta para consultas de retorno? | Doctor Max

Pacientes que já foram presencialmente no seu consultório podem apresentar dificuldades de deslocamento.

Eles podem morar geograficamente distantes de sua clínica ou consultório, talvez até mesmo em outra cidade. Isso, somado à rotina, ao trânsito e até à falta de horários, pode tornar uma reconsulta presencial extremamente difícil.

A teleconsulta oportuniza a democratização do acesso à saúde para todas as pessoas, principalmente aquelas que residem em regiões que possuem difícil acesso. Ou que não tem a especialidade que ele precisa.

Essa ferramenta reduz a distância entre o médico, sua clínica ou consultório e os seus pacientes, fortalecendo o relacionamento com seu público.

3. Mais segurança e respaldo jurídico para a imagem profissional do médico

Vamos a uma pergunta: você, médico, costuma solucionar dúvidas de pacientes depois da primeira consulta? As trocas de mensagens realizadas ocorrem em um canal seguro?

Existem muitos profissionais de saúde que trocam mensagens através de canais como WhatsApp, Messenger e Telegram, ou utilizam o Skype e o Zoom, para falar com pacientes que já realizaram a primeira consulta e possuem alguma dúvida.

A questão é que existe um porém: essas ferramentas não seguem todas as exigências do CFM (Conselho Federal de Medicina) e da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) para a área da saúde.

A teleconsulta deve acontecer de acordo com todas as regras dos órgãos regularizadores, para que a consulta seja segura para o paciente e para o médico.

Confira as principais medidas de segurança para realizar uma teleconsulta:

  • Termo de consentimento que deve ser assinado pelos pacientes;
  • Integração com prontuário eletrônico de acordo com as diretrizes jurídicas do CFM;
  • Armazenamento na nuvem para mais segurança nos dados da clínica e do paciente.

4. Melhora na experiência do paciente

Por fim, todas as vantagens citadas acima melhoram, e muito, a experiência do seu paciente, o que gera fidelização e atrai novos clientes indicados pelos pacientes que ficaram satisfeitos com seu atendimento.

 

 

 

 

Ficou curioso e quer conhecer mais vantagens da utilização da telemedicina em clínicas médicas?

Entre em contato