Back

Cientistas encontram a chave para combater todos os tipos de câncer

Cientistas encontram a chave para combater todos os tipos de câncer

Uma dupla de cientistas canadenses descobriu um tipo de proteína que pode ser a chave para combater tumores malignos em todas as suas formas no corpo humano.

É mais um achado incrível da ciência, que também vem fazendo testes de uma vacina com bons resultados para combater o melanoma (câncer de pele).

Quem fez a descoberta

A descoberta da proteína foi feita pelos cientistas Joel Pearson e Rod Bremner, do Instituto Lunenfeld-Tanenbaum Research, em Toronto (Canadá), que aponta um fator comum entre todos os tipos de câncer.

proteína descoberta cientistas combate todos tipos câncer

Joel e Rod dividiram as células de câncer em dois grupos de acordo com a presença ou ausência da proteína Yes-associated (YAP) ativada. A ideia, conforme contaram ao portal Eurekalert, foi encontrar um elemento comum entre todos os tipos por meio da classificação.

Sem a YAP, tumores malignos não se formam integralmente: assim, os cientistas notaram que o fato dela estar presente ou não causa efeitos diferenciados em medicamentos utilizados para combater o câncer (todos eles).

Mais do que estar apenas ‘ligada ou desligada’, a YAP manifesta efeitos opostos a favor ou anti-câncer em ambos os contextos.

Resumindo

O câncer com YAP precisa da proteína para crescer e sobreviver. Em contraste, os cânceres sem essa proteína param de crescer quando ligamos ela. Dominá-la pode ser a chave para frear o crescimento de novos tumores!

Joel e Rod explicaram também que a maioria dos cânceres com YAP desativada são altamente letais, mas essa diferença pode ser usada como ponto fraco a ser explorado para combater a doença.

Entretanto, os cientistas alertaram que os cânceres de pulmão e próstata talvez podem contornar a falta da proteína reativando a YAP de forma independente. Assim, mais estudos para utilizar a YAP para combater o câncer ainda são necessários.

“Uma vez que os cânceres mudem de estados para evitar a terapia, ter maneiras de contornar o estado de YAP pode se tornar uma abordagem geral para impedir que esse câncer mude de tipo para resistir aos tratamentos medicamentosos”, disse Pearson.

O próximo passo é aprimorar os estudos envolvendo o YAP para tornar medicamentos mais eficazes contra os tumores.

A ciência não para!

Fonte: https://newsfounded.com/ traduzido por Momento Saúde