Últimas notícias:

Síndrome de Prader-Willi

Cerca de 70% das pessoas com a síndrome de Prader-Willi têm parte do cromossomo 15 faltando. Cerca de 30% das pessoas que têm esta síndrome têm problemas com a função do cromossomo 15.

A Síndrome de Prader-Willi é uma condição genética rara que determina diversas alterações clínicas de difícil diagnóstico. Elas precisam ser detectadas precocemente para reduzir as graves consequências para o indivíduo.

Sintomas da síndrome de Prader-Willi

Muitos sintomas da síndrome de Prader-Willi variam de acordo com a idade da criança. Recém-nascidos com o defeito apresentam debilidade, se alimentam mal e ganham peso devagar.

Portanto esses sintomas acabam se resolvendo. Então, entre um e seis anos de idade, o apetite aumenta, com frequência tornando-se insaciável. A criança ganha peso rapidamente. As mãos e os pés continuam pequenos e a criança continua a ter uma baixa estatura. As anomalias do rosto incluem olhos amendoados e a boca tem o lábio superior fino e os cantos curvados para baixo.

A criança tem distúrbios ósseos (por exemplo, escoliose e cifose). Comportamentos obsessivo-compulsivos são comuns. Problemas hormonais são comuns e há uma redução anormal na função dos órgãos reprodutores, o que limita o crescimento e o desenvolvimento sexual.

Os meninos têm testículos que não desceram (criptorquidia) e pênis e escroto subdesenvolvidos. Deficiência intelectual é comum. O ganho de peso continua até a idade adulta e é excessivo, o que pode dar origem a outros problemas de saúde, como obesidade. A obesidade pode ser grave o bastante para justificar a realização de uma cirurgia de bypass gástrico.

Diagnóstico da síndrome de Prader-Willi

  • Testes cromossômicos

O diagnóstico de síndrome de Prader-Willi pode ser suspeitado antes do nascimento da criança ou através de características físicas após o nascimento. O diagnóstico pode ser confirmado por testes cromossômicos.

Tratamento da síndrome de Prader-Willi

  • Às vezes, hormônio do crescimento

Há pesquisas em andamento para tentar encontrar tratamentos que ajudem a melhorar o prognóstico para crianças e adultos com síndrome de Prader-Willi.

Muitos estudos de pesquisa mostram que o hormônio do crescimentohumano é benéfico.

Fonte: Por Nina N. Powell-Hamilton, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University traduzido por Momento Saúde

Pesquisar

Newsletter

Podcast

Categorias