Back

Síndrome hemolítico-urêmica (SHU)

A síndrome hemolítico-urêmica (SHU) é um distúrbio sério que geralmente ocorre em crianças e envolve a formação de pequenos coágulos de sangue por todo o corpo, que bloqueiam o fluxo de sangue para órgãos vitais como o cérebro, o coração e os rins.

Os sintomas estão relacionados ao local do corpo em que os coágulos de sangue se formam.

O diagnóstico é baseado nos sintomas da pessoa e em exames de sangue.

O tratamento de SHU consiste em apoio às funções principais do organismo e, às vezes, hemodiálise, e algumas pessoas podem beneficiar-se do medicamento eculizumabe.

A SHU é um distúrbio raro no qual muitos coágulos sanguíneos pequenos (trombos) se formam de forma súbita por todo o corpo. Hemolítico significa que os glóbulos vermelhos se rompem e urêmica significa que a lesão renal causa o acúmulo de ureia (um produto residual) no sangue. A SHU está relacionada à púrpura trombocitopênica trombótica (PTT), mas ocorre mais frequentemente em crianças e causa mais frequentemente insuficiência renal, ao passo que a PTT é mais comum entre adultos.

Os pequenos coágulos sanguíneos que se formam na SHU bloqueiam pequenos vasos sanguíneos por todo o corpo, especialmente aqueles no cérebro, coração e rins. O bloqueio de vasos sanguíneos danifica órgãos e pode romper os glóbulos vermelhos que atravessam os vasos parcialmente bloqueados. Os coágulos sanguíneos também significam que um número anormalmente elevado de plaquetas está sendo consumido, o que leva a uma redução aguda do número de plaquetas na corrente sanguínea.

As plaquetas são células que são fabricadas na medula óssea e circulam na corrente sanguínea e ajudam o sangue a coagular. As plaquetas são às vezes denominadas trombócitos. A escassez de plaquetas é denominada trombocitopenia.

A síndrome hemolítico-urêmica ocorre geralmente após uma infecção intestinal resultante da ingestão de alimentos contaminados com Escherichia coli O157:H7 ou outras bactérias produtoras de toxina.

Sintomas

Na SHU os sintomas surgem repentinamente.

Os sintomas da SHU são bastante distintos dos sintomas da maioria das outras formas de trombocitopenia.

Na SHU, as crianças geralmente apresentam primeiro vômitos e diarreia. Muitas vezes, a diarreia é sanguinolenta. Os principais sintomas de complicações da SHU se relacionam a coágulos sanguíneos que se desenvolvem nos rins, causando danos em geral graves que muitas vezes progridem para insuficiência renal, exigindo diálise. A SHU não causa sintomas cerebrais com frequência.

Diagnóstico

Exames de sangue para medir a contagem de plaquetas e a coagulação

Exames para descartar outros distúrbios que causam uma baixa contagem de plaquetas e sangramento

Os médicos suspeitam de síndrome hemolítico-urêmica quando verificam uma baixa contagem de plaquetas em crianças que estiveram doentes ou, menos comumente, naquelas que tomaram certos medicamentos.

Embora não existam exames de sangue que diagnostiquem a SHU especificamente, os médicos realizam uma série de exames de sangue que, em conjunto com os sintomas da pessoa, ajudam a estabelecer o diagnóstico. Esses exames de sangue frequentemente incluem um hemograma completo, exames que demonstram que os glóbulos vermelhos estão sendo destruídos, tais como exame de uma amostra de sangue ao microscópio (esfregaço de sangue) e exames para determinar quão bem os rins estão funcionando.

Tratamento

Diálise renal

Às vezes, o medicamento eculizumabe

Cerca de metade das crianças com SHU requer temporariamente diálise renal. Na maioria das vezes, os rins se recuperam, mas algumas crianças sofrem lesões renais permanentes. O eculizumabe é um medicamento que suprime o complemento, um componente do sistema imunológico. Ele reduz a taxa de danos renais e, em algumas pessoas, pode restaurar rapidamente a função renal.

Fonte: Por David J. Kuter, MD, DPhil, Harvard Medical School traduzido por Momento Saúde

Reviews
5
Speed
Quality
Price
Friendly
Summary

A síndrome hemolítico-urêmica (SHU) é um distúrbio sério que geralmente ocorre em crianças e envolve a formação de pequenos coágulos de sangue por todo o corpo, que bloqueiam o fluxo de sangue para órgãos vitais como o cérebro, o coração e os rins.