Back

O que é câncer hepático?

O que é câncer hepático?

O fígado é um órgão grande do lado direito do abdômen, que fica logo abaixo das costelas. Ele lhe ajuda a digerir alimentos e produzir substâncias que ajudam seu corpo a funcionar.

O que é câncer hepático?

Existem dois tipos de câncer hepático:

  • Câncer primário do fígado: Câncer que começou no fígado
  • Câncer metastático do fígado: Câncer que começou em outro órgão e se espalhou (metastatizou) para o fígado

O câncer primário do fígado mais comum em adultos é:

  • Carcinoma hepatocelular (hepatoma)

Outros tipos de câncer primário do fígado são incomuns ou raros.

Muitos cânceres podem se espalhar (metastatizar) para o fígado. Os mais comuns são canceres de cólon, mama, pulmão e pâncreas. O câncer metastático do fígado é mais comum do que o câncer primário do fígado.

Se não tratados, cânceres hepáticos crescem e se espalham e impedem que o fígado funcione normalmente. Cânceres que começam em outros órgãos podem se espalhar para o fígado e são tratados diferentemente em comparação aos cânceres hepáticos primários.

Visão do fígado e da vesícula biliar

Visão do fígado e da vesícula biliar

O que causa o câncer hepático?

É mais provável que o câncer hepático aconteça em pessoas que:

Tiveram hepatite B ou C por muito tempo

Beber álcool em excesso

Têm muita gordura ou tecido cicatricial no fígado

Tiver diabetes

Têm ferro demais no corpo

Foram expostas a certos fungos ou produtos químicos

Quais são os sintomas do câncer hepático?

Inicialmente, é possível que o câncer hepático não cause sintomas, mas posteriormente pode ser que você:

  • Perder peso
  • Não sinta fome
  • Sentir-se fraca e cansada

Outros sintomas podem incluir:

  • Icterícia (quando a pele e a parte branca dos olhos ficam amarelas)
  • Desconforto na barriga
  • Barriga inchada
  • Náusea e vômito

Muitos outros problemas de saúde apresentam os mesmos tipos de sintomas; portanto, pode ser que você demore a descobrir que tem câncer hepático.

Estatísticas

Número de mortes: 10.550, sendo 6.181 homens e 4.369 mulheres (2018 – Atlas de Mortalidade por Câncer – SIM)

Como os médicos sabem dizer se eu tenho câncer hepático?

Os médicos podem fazer:

Exames de sangue

Exames de imagem do abdômen, como ultrassonografia, TC ou RM (exames que criam imagens detalhadas do fígado e de outros órgãos dentro do corpo).

Biópsia de fígado (inserir uma agulha no fígado através da pele para coletar um pequeno pedaço de tecido e examinar ao microscópio).

Cirurgia para remover um pedaço maior de tecido para examinar

Como os médicos tratam câncer hepático?

Câncer primário do fígado

Se o câncer for encontrado logo no início, os médicos podem removê-lo cirurgicamente. Com frequência muito menor, eles removem o fígado todo e o substituem por um pedaço de fígado saudável de outra pessoa (transplante de fígado).

Outros tratamentos para câncer primário do fígado incluem:

Aquecer ou congelar o tumor usando sondas que passam pela pele e entram no tumor

Injetar medicamentos ou álcool no tumor

Focando raios-X poderosos no tumor (radioterapia)

O câncer hepático é frequentemente descoberto depois de ter crescido e se espalhado e, algumas vezes, esses tratamentos não funcionam bem. Nesses casos, medicamentos e outros tratamentos são administrados para aliviar a dor e outros sintomas.

Câncer metastático do fígado

Em geral, não ajuda fazer cirurgia para remover o câncer metastático do fígado. É provável que seu médico recomende quimioterapia. Em geral, a quimioterapia é administrada na veia (IV). Algumas vezes, o médico colocará um tubo IV longo dentro de uma artéria na perna, entrando no fígado. Esse cateter IV pode levar a quimioterapia diretamente para o tumor.

Como posso prevenir o câncer de fígado?

Você pode diminuir o risco de desenvolver um câncer primário do fígado:

Fazendo exames para hepatite B e C e tomando medicamentos para tratar a doença

Não tomando álcool em excesso

Tendo cuidado com seu peso

Se tiver hepatite B ou C ou tiver muito tecido cicatricial no fígado (cirrose), seu médico pode solicitar exames de sangue e ultrassonografia para verificar a presença de câncer hepático, mesmo que você não tenha nenhum sintoma.

Fonte: Por The Manual’s Editorial Staff traduzido por Momento Saúde