Back

Considerações gerais sobre infecções do trato urinário

Considerações gerais sobre infecções do trato urinário

Em pessoas saudáveis, a urina na bexiga é estéril  não tem bactérias ou outros micro-organismos infecciosos. O tubo que transporta a urina da bexiga até o exterior do corpo (uretra) não contém bactérias ou contém muito poucas para causar uma infecção.

Entretanto, qualquer parte do trato urinário pode se tornar infectada. Uma infecção em qualquer lugar do trato urinário é chamada de infecção do trato urinário (ITU).

Órgãos do trato urinário

Órgãos do trato urinário

Geralmente, as ITUs classificam-se de acordo com o local onde ocorrem no trato urinário, como superiores ou inferiores, apesar de muitas vezes ser difícil ou impossível para o médico fazer tal determinação:

  • ITU superior: Infecção dos rins (pielonefrite)

Alguns médicos também consideram as infecções na uretra (uretrite) e próstata (prostatite) como sendo ITU inferior. Em órgãos duplos (como os rins), a infecção pode ocorrer em um ou ambos os órgãos.

As ITUs podem ocorrer tanto em crianças como em adultos.

Causas

Geralmente, os micro-organismos que provocam a infecção entram no trato urinário por uma de duas vias. A porta de entrada mais frequente é o extremo inferior do trato urinário, ou seja, a abertura da uretra na extremidade do pênis, nos homens, ou a abertura da uretra na vulva, nas mulheres.

A infecção sobe da uretra para a bexiga e, algumas vezes, para os rins, ou ambos. A outra via possível é a corrente sanguínea, geralmente, para os rins.

As ITUs são quase sempre causadas por bactérias, mas também por determinados vírus, fungos e parasitas. Mais de 85% das ITUs são causadas por bactérias do intestino ou da vagina.

Contudo, as bactérias que penetram no trato urinário são geralmente expulsas por meio da ação de limpeza da bexiga ao se esvaziar.

Bactérias

Infecções bacterianas do trato urinário inferior ( geralmente a bexiga ) são muito comuns, especialmente em mulheres jovens e sexualmente ativas.

Também é frequente que mulheres jovens tenham infecções renais bacterianas, mas são menos comuns do que as infecções da bexiga.

A bactéria que mais frequentemente causa ITU é a Escherichia coli. Nas pessoas com idade entre 20 e 50 anos, as ITUs causadas por bactérias são cerca de 50 vezes mais frequentes nas mulheres do que nos homens.

Nos homens, a uretra é maior e assim torna-se mais difícil para as bactérias subirem o suficiente para causar uma infecção. Em homens entre 20 e 50 anos de idade, as ITUs mais frequentes são uretrite ou prostatite.

Nas pessoas com mais de 50 anos, as ITUs tornam-se mais frequentes, tanto nos homens como nas mulheres, com uma diferença muito pequena entre os sexos.

Fatores que contribuem para as infecções bacterianas do trato urinário

Infecções iniciando no trato urinário:

  • Bloqueio (por exemplo, por cálculos) em qualquer parte do trato urinário
  • Funcionamento anormal da bexiga que impede um esvaziamento apropriado, como acontece nas doenças neurológicas
  • Vazamento do mecanismo tipo válvula entre o ureter e a bexiga, permitindo que a urina e as bactérias refluam da bexiga para os ureteres, possivelmente atingindo os rins (mais comumente em crianças com ITU)
  • Inserção de um cateter urinário ou de um instrumento por um médico
  • Relação sexual
  • Utilização de diafragma com espermicida
  • Presença de conexão anormal (fístulas) entre a vagina e a bexiga ou entre o intestino e a bexiga
  • Em homens, aumento ou infecção da próstata

Infecções transmitidas do sangue para o trato urinário (incomum):

  • Infecção na corrente sanguínea (septicemia)
  • Infecção das válvulas cardíacas (endocardite infecciosa, uma causa incomum)

Vírus

O vírus do herpes simples tipo 2 (HSV-2) pode infectar a uretra, tornando a micção dolorosa e dificultando o esvaziamento da bexiga. Outras ITUs virais, como infecções da bexiga e rim, geralmente não se desenvolvem a menos que o sistema imunológico da pessoa esteja comprometido (por exemplo, por câncer, HIV/AIDS ou uso de um medicamento que suprima o sistema imunológico).

Fungos

Certos fungos ou leveduras podem infectar o trato urinário. Este tipo de infecção é frequentemente chamado de infecção por levedura (as leveduras também podem causar inflamação da vagina [vaginite]). O fungo Candida é o micro-organismo mais provável de causar infecções por levedura no trato urinário (candidíase).

Candida infecta frequentemente as pessoas cujo sistema imunológico seja deficitário ou que possuem um cateter inserido na bexiga. Os fungos e as bactérias infectam os rins simultaneamente.

Parasitas

Alguns parasitas, incluindo determinados tipos de vermes, podem infectar o trato urinário.

A tricomoníase, causada por um tipo de parasita microscópico; é uma doença sexualmente transmissível que pode produzir uma secreção espumosa amarelo-esverdeada abundante na vagina. A bexiga ou a uretra raramente são infectadas. A tricomoníase pode infectar a uretra dos homens. Em geral, ela é assintomática em homens.

A esquistossomose, uma infecção causada por um tipo de verme denominado trematódeo, pode afetar os rins, os ureteres e a bexiga. Essa infecção é uma causa frequente de insuficiência renal grave nos habitantes da África, América do Sul e Ásia. Esquistossomose renal persistente frequentemente causa sangue na urina ou bloqueio dos ureteres e pode, por fim, resultar em câncer do rim.

A filaríase, uma infecção provocada por um oxiúro, obstrui os vasos linfáticos e fazendo com que o líquido linfático penetre na urina (quilúria). A filaríase provoca uma enorme distensão dos tecidos (elefantíase) que pode afetar o escroto nos homens.

Fonte: Por Talha H. Imam, MD, University of Riverside School of Medicine traduzido por Momento Saúde